quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Detalhe do March 711 do Luizinho

Motor Ford-Cosworth V8 do March 711 do Luiz Pereira Bueno - Equipe Hollywood (1972).

6 comentários:

Mauricio Morais disse...

3 coisas me chamam a tenção neste belo motor: 1º) As cornetas dos carburadores, todas cromadas, parecem uma coroa. 2º) A tampa do cabeçote. Lisinha, limpa, sem renhuras ou deformações desnecessárias, mostram que o projeto era bem acabado nos mínimos detalhes.
3º) Os escapamentos. Nele podemos sentir toda a potência desta máquina que é recordista de vitórias na Formula 1 e também a mais longeva usina de força da história da categoria.
E tudo isto representado dignamente pelo grande ilustrador Ararê. Matou a pau.

Felipão disse...

Grande Mauricio, matou a pau no comentário. Talvez, o maior de todos os motores que correu na F1. E os detalhes do motor, desenhado pelo Ararê, então???

Tony Costa a.k.a. "Laser" disse...

Pormenores deliciosos.

Os meus parabéns. Muita arte e muito pormenor, perfeito.
Abraço

Ararê Ilustração disse...

Maurício, e ainda você diz que não leva muito jeito com as "palavras"? Deixa disso cara...he, he.
Você também matou a pau na sua descrição sobre esse vitorioso motor que surgiu em 1967 no GP da Holanda de F1 equipando as Lotus 49 de Graham Hill e Jim Clark, nessa "estréia" Hill fez a pole Clark venceu a corrida.
Que estréia hein?

Obrigado Maurício, Felipão e Tony Costa.

Speeder_76 disse...

O desenho do carro já era lindo, os pormenores do famoso motor Cosworth DFV V8 então... ficou maravilhoso!

Ricardo Santos disse...

Espétacular!